Manifesto

Carta aos Belorizontinos!

Márcio Lacerda foi apresentado à população de BH nas eleições de 2008 por Aécio Neves (PSDB) e Fernando Pimentel (PT), contrariando suas relações partidárias, adversárias, e qualquer coerência política. Diante da falta de opção, pois os outros candidatos não apresentaram proposta de governo relevante, Lacerda foi eleito.
O que aconteceu em seguida foi surpreendente: programas sociais foram suspensos ou reduzidos, sem avaliar a sua importância para a população. Assim, a Secretaria de Abastecimento foi dilacerada e programas de Seguridade Alimentar finalizados. Além de desestruturar diversos programas sociais, Lacerda quer implantar Parcerias Público Privadas (PPPs) para a Saúde e a Educação em BH. A terceirização de serviços básicos vai deixar a população a mercê de empresas privadas e sem nenhuma garantia de qualidade e nem a quem reclamar. São tantas as medidas descabidas que vamos apresentá-las em tópicos:
Nomeação do próprio filho, Tiago Lacerda, para a direção do Comitê Local de Organização da Copa 2014;
Gastos de 876 mil reais em aluguel de jatinhos particulares, para deslocamento pelo país;
Venda da Rua Musas, no Bairro Santa Lúcia, para a construção de um Hotel para a Copa 2014;
Lançamento de Edital excludente para a Feira Hippie, na tentativa de retirar artesãos tradicionais e substituí-los por ONGs e empresas ligadas ao Prefeito;
Mudança da classificação de tráfego das ruas Albita, Bernardo Figueiredo, Ouro Fino, Opala, Oliveira e Cobre, no Bairro Cruzeiro, para viabilizar a construção de um grande shopping onde é atualmente o Mercado Distrital;
Lançamento das PPPs da saúde e educação – o que ainda podemos barrar –, que transferem para a iniciativa pri­vada a construção, a manutenção, a limpeza e a segurança de escolas e centros de saúde;
Aumento dos gastos com publicidade de 4 milhões em 2010, para 32 milhões em 2011;
Desapropriação inexplicada do Campo do Santa Tereza, que há mais de 30 anos serve à comunidade;
Obras realizadas sem projetos para minimização de transtornos nas regiões da Savassi e da Av. Pedro I;
Loteamento da Mata dos Werneck – uma das poucas áreas verdes da cidade –, para a construção de hotéis para a Copa. Uma ameaça à sobrevivência do centenário Quilombo Mangueiras e dos últimos fragmentos dos biomas Mata Atlântica e Cerrado ainda preservados;
Intransigência na negociação com as comunidades Dandara, Camilo Torres, Irmã Doroty e Torres Gêmeas, que sofrem pressão e ameaças para desocupar áreas abandonadas que ocuparam, sem que a Prefeitura apresente proposta de indenização ou moradia para as famílias;
Perseguição aos moradores de rua e artesãos nômades, recolhendo seus pertences, documentos, roupas e cober­tores, na tentativa de impedir a circulação destes no centro da cidade;
Reforma do Teatro Francisco Nunes prometida em campanha para 2009 e começada apenas em 2011;
Decreto proibindo a realização de eventos na Praça da Estação, depois substituído por outro que cobra pelo uso e exige segurança, limpeza e cerca particular para a Praça, medida que permite apenas que grandes empresas realizem eventos naquele local;
Cancelamento do FIT 2010, que só foi realizado depois de forte pressão dos artistas.
As arbitrariedades da administração Lacerda variam em dois sentidos. O primeiro é a exclusão popular: irregularidades no Orçamento Participativo, inoperância ou inexistência dos Conselhos Municipais e nenhum diálogo com a população. O segundo sentido é o elitismo: favorecimento de empresas e grandes empresários em detrimento da população.
O MOVIMENTO FORA LACERDA surgiu da indignação de várias pessoas com a administração atual e da possibilidade de repetição da candidatura de Lacerda. O Movimento é independente, apartidário e solidário aos diversos movimentos de enfrentamento aos desmandes do prefeito. Nossa visão é antineoliberal, por uma administração humanista, inclusiva e com a participação popular. Além de não estarmos ligados a nenhum partido político, rejeitamos qualquer proposta de utilizar este Movimento em prol de algum futuro candidato à Prefeitura. A independência do MOVIMENTO FORA LACERDA é uma forma de demonstrar como a sociedade civil organizada pode influenciar e alterar os cursos políticos de uma cidade marcada por uma administração elitista, excludente e aversa à participação popular. Convidamos a população a levantar suas insatisfações em relação à administração Márcio Lacerda e a se unir ao MOVIMENTO FORA LACERDA. Somos muitos, estamos juntos e queremos uma BH mais humana e integrada.
Movimentos apoiadores:
Artesãos da Feira Hippie de BH  –  www.feirahippie.com
Praia da Estação  –  www.pracalivrebh.wordpress.com
Comitê Popular dos Atingidos Pela Copa 2014 – BH  –  www.atingidoscopa2014.wordpress
Anúncios

17 respostas para Manifesto

  1. sergio guimaraes disse:

    Gostaria de saber se o nosso PREFEITO tivesse uma loja na savassi e, tivesse acada mes uma queda de 30% ou mais ,demitindo funcionarios e a cada esquina dois guardas municipais de transito multando e espantando os clientes. Qual seria a sua reaçao?

    • Fidélis disse:

      Olá Sergio!
      Pois é, o nosso empresário/prefeito parece esquecer o que quer e tentar lembrar só o que deve. Toda hora assistimos na TV propagandas sobre a revitalização da savassi! Mas será isso mesmo que está acontecendo? E os comerciantes, pedestres e funcionários comicionados, como estão? Dia 10/11, quinta feira, as 19h. faremos uma reunião de preparação para um grande ato dia 19/11. Aproveito para convidá-lo para participar. Estamos reunindo diferentes setores da cidade – associações de bairros, sindicatos, movimentos sociais – para que cada um possa explicar como a administração Lacerda está equivocada. Será no Ed. Central, na avenida dos Andradas, 367, sala 258A. as 19:30h. Apareça e vamos juntar forças contra esta administração elitista e fechada ao diálogo. abç.
      Fidélis

      • sergio guimaraes disse:

        prezado Fidelis, agradeço a sua resposta e o convite para a reuniao .Poderiamos fazer um pedido de NATAL ao nosso PREFEITO que liberasse em dezembro o estacionamento rotativo da seguinte maneira; ja que ele nos deu prejuizo o ano todo e esta arrecadando muito com as multas em setembro,outubro e novembro,e como estamos vendo esta sobrando guarda municipal de transito.Bom a sujestao e que fosse liberado uma hora nas vagas e, FISCALIZADA pelo agente municipal de transito colocando ele propio o talao GRATUITO de uma hora com atolerancia maxima de dez minutos,depois de vencido MULTA e REBOQUE de nessesario. um abraço Sergio

      • Fidélis disse:

        Bom dia Sergio!
        Olha, acredito que os comerciantes da savassi devem levar esta proposta para o Lacerda, só não sei se ele vai concordar… talvez, pela pressão que estamos fazendo em diversas questões ele abra mão de uma para aparecer. Só que a função inicial do grupo é levantar os problemas, para chegar ao segundo ponto; apresentar alternativas, soluções e medidas compensatórias, precisamos reunir e conversar mais, inclusive para exigir medidas que realmente correspondam ao mal que ele tem feito na cidade.
        abç

  2. carlos augusto soares disse:

    eu também quero participar me avisem

    • Gabriela Miranda disse:

      realmente eleger um prefeito como o lacerda foi um dos piores erros que já cometemos, vamos tentar corrigir isso.

      • Alessandro disse:

        Lembra do outro candidato??? Leonardo Quintão!!!
        Pois é, podia ser ainda pior, é difícil acreditar, mas podia ser muito pior…

  3. P.A disse:

    Olá companheiros de luta! Aqui é o p.a, do MAL-BH

    Eu aqui de novo! Achei maravilhosa e empolgante a reunião da marcha, e venho dizer que dia 24/09, às 12hs na praça da liberdade, eu e o MAL-BH – Movimento Anarquista Libertário de BH estamos confirmadíssimos e presentes na luta!!

    Postamos um cartaz no nosso blog para divulgar a marcha também, se quiserem dêm uma olhada:

    http://www.anarquismo-mal.blogspot.com

    SAÚDE E RESISTÊNCIA!

  4. Pingback: Fora Lacerda! BH não precisa de você. Dia 24 na Praça da LIBERDADE! « Fotografia, cultura e variáveis.

  5. Caroline disse:

    Todos esqueceram da DITADURA que vivem os Guardas Municipais, vocês não tem ideia da opressão que passam os guardas municipais de Belo Horizonte.

    • Alexandra disse:

      Concordo com vc Carolina, os guardas municipais de Belo Horizonte, sofrem uma ditadura infernal, onde direitos basícos dos mesmos lhe são retirados. A retalhação da categoria é a arma utilizada pela prefeitura.

      • Fidélis disse:

        Olá Alexandra e Caroline, conversei hoje com o pessoal do sindicato dos guardas municipais, que inclusive é proibido e eles estão juntos com a gente. Inclusive já garantiram participação e apoio a marcha! A não inclusão das questões da guarda no manifesto aconteceu porque não tínhamos informações precisas e o que foi divulgado na mídia deturpava o movimento! Por uma guarda municipal mais humana e menos militarizadas! Sigamos juntos!!!

  6. Katia disse:

    Pessoal, hoje a comunidade mais descontente com “nosso” prefeito, cruzamento de Hitler com Clóvis Bornay, é com certeza a dos comerciantes, moradores e frequentadores da Savassi. Vamos levar o movimento até a eles. Existe um facebook : savassi respeitada.
    convidem ele para participar !!

  7. p.a disse:

    Camaradas do blog fora lacerda,

    Existe um blog interessantíssimo dos artesões da praça sete que sofrem cotidianamente, como já foi exposto no manifesto, uma repressão da prefeitura, cujo link é:

    http://belezadamargem.wordpress.com/

    seria interessante divulgar também , não acham?

    Um forte abraço.

    • Fidélis disse:

      P.a, quinta-feira fui até a praça divulgar a Marcha e fiquei impressionado com o apoio dos artesãos, muitos garantiram presença na marcha! Vamos juntos! abç

  8. Gláucia Maria da Cunha disse:

    Muito boa esta iniciativa do Movimento. Precisamos exercer nossa CIDADANIA, e fazer valer nosso DIREITO de contribuintes, eleitores, cidadãos. Respeito é bom e apreciamos. Não a DITADURA ECONOMICA destes governantes de aluguel.
    Democracia em uma frase:
    O termo democracia vem do grego “demokratia”. Seu significado original é “poder do povo”. “A democracia é o governo do povo, pelo povo, para o povo”.
    Façamos valer este conceito. Não aceitemos as imposições políticos-econômicas.
    Sejamos MINEIROS, lutemos pelos nossos Ideais de Liberdade.
    Não deixemos também este MOVIMENTO ser conspurgado pelo espertinhos da Política Partidária. Aí ele morre.
    Político ele é, nós somos animais Politicos. Senão, não estaríamos lutando para preservar NOSSA CIDADE, da sanha dos gananciosos. Só fazem conosco, o que deixarmos. Não vamos permitir…
    Avante…

Comente

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s